Programação – 23.11

Dia 23 de novembro

23/11 – Baile Popular

Praça Dom José Gaspar, Livre, das 18h ás 22h

A Mostra oferece um baile popular com o Cidade Apolínea, coro cênico de rua, e show de Eric D’Ávila e banda, cantando sambas de gafieira. Haverá também a participação do grupo teatral Parlendas e Cia Lya Tunde.

 

23/11 – Cia Casa da Tia Siré – Rua Florada, Sem Saída

Teatro Studio 184, às 10h, 60minutos, 10 anos

O espetáculo narra a trajetória e o crescimento de quatro crian­ças – Toninho, Lila, Mônica e Lua – em uma perspectiva em que crescer não é só um percurso natural, biológico, mas uma deter­minação da sociedade de consumo.

Ficha Técnica: Direção Daniela Giampietro Elenco Andressa Ferrarezi, Juliana Liegel, Ruth Melchior e Glauber Pereira.

Cenas da peça

 

23/11 – CiaLesCommediensTropicales- Ver [] Ter

Oficina Oswald de Andrade, às 13h, 60 minutos, Livre

Seis atores e dois músicos se embrenham no espaço público para comungar novos olhares com os espectadores (espontâneos ou não) sobre as possibilidades de criar sentidos a partir de velhas histórias e imagens. Convida o público a participar como co-autor de uma história coletiva e própria, ao mesmo tempo, sem passado e com porvir.

Ficha Técnica: Encenação Cia. LesCommediensTropicales, com artistas convidados Andréia Yonashiro, Coletivo bruto, Georgette Fadel e Tica Lemos Elenco Carlos Canhameiro, Daniel Gonzalez, Michele Navarro, Paula Mirhan, Rodrigo Bianchini, TetembuaDandara e Weber Fonseca.

Teaser da peça

 

23/11 – Grupo Redimunho de Investigação TeatralCortejo da Memória (Ônibus Biblioteca)

Jardim Pedreira, 14h, 50 minutos, Livre

O cortejo mostra a trajetória de uma trupe mambembe que, na sina de trocar sua arte por pouso e comida, percorre os “Brasis”, deixando, por onde passa o rastro das histórias de cada lugar. Um palco de proximidades, no qual as janelas podem ser abertas ou fechadas, e o que ali acontece pertence ao nosso tempo particular, ao nosso infinito íntimo.

Ficha técnica:Elenco RedimunhoAllineSant’Ana, Arianne Lima, Bárbara Mazzola, Carlos Mendes, Doró Cross, Giovanna Galdi, Izabela Pimentel, Janaina Ribeiro ,Jandilson Vieira da Silva do Espírito Santo, Karlo Caruso, KeythPracanico, Leandro Borges,NatalyCavalcanty, Rafael Ferro e Vitor Rodrigues Direção Rudifran PompeuDireção Musical Luis Aranha

23/11 – Buraco d’Oráculo – Ser tão Ser

Praça da República, às 15h, 14 anos, 60 minutos

Construído a partir das histórias dos moradores da região do extremo leste de São Paulo, o grupo leva para a rua uma série de relatos sobre o homem que está fora de seu território, jogado à margem de uma grande cidade, passando por três estágios distintos: a partida, a luta por um pedaço de chão e a construção de conjuntos habitacionais.

Ficha técnica: Direção – Adailton Alves Texto colaborativo criado pelo grupo Elenco Adailton Alves, Edson Paulo, Lu Coelho, Humberto Teixeira, Selma Pavanelli

Vídeo da peça

 

23/11 – Núcleo Pavanelli de Teatro de Rua e Circo – Aqui não, senhor patrão

Praça da República, às 16h

Um casal de trabalhadores passa pelo processo da fabricação de uma bota desde a criação do gado, preparação do couro, até o feitio e venda do produto final. Nessa jornada vão percebendo a desvalorização da força de trabalho em detrimento aos lucros astronômicos obtidos pelos donos dos meios de produção. Ao tomarem consciência, unem-se a outros trabalhadores na luta por uma causa maior.

Ficha Técnica: Direção Marcos Pavanelli Atores Beatriz Barros, Marcos Pavanelli, Mizael Alves, Sabrina Motta, Sidney Herzog, Simone Brites Pavanelli e Tiago Cintra.

Vídeo da peça

 

23/11 – Núcleo do 184 – Dassanta

Teatro Studio 184, 16h, 50 minutos, Livre

Olivério conta a disputa de Antenoro e Bragadá pelo amor de Dassanta “pastora de cabras”. Sozinha na vida e por causa de ser tão bonita, não podia ter ninguém. Era seu destino, fazer o que.

Ficha Técnica: Direção Dulce Muniz Elenco Anderson Negreiro, Leandro Lago, ZoraideGesteira e Roberto Ascar

23/11 – Cia O Grito – Tirando um som da garagem

Espaço O Grito, às 16h, 50 minutos, 12 anos

Cinco adolescentes se unem e descobrem as dificuldades de se montar uma banda – não apenas os problemas típicos de se organizar um grupo musical, mas principalmente aqueles provocados pelo relacionamento entre eles.

Ficha Técnica: Direção Coletiva Elenco Alessandro Hernandez, Andrea Manna, Teca Spera, Frank Tavanti e Marco Barreto

 

23/11 – Cia Trilhas da Arte Pesquisas Cênicas – Catadióptrico

Estação Caneca– Espaço Cultural Trilhas da Arte, às 16h, 50 minutos, 14 anos

Por reflexão catadióptrica entende-se a reflexão caracterizada pelo reenvio da luz em direções vizinhas da que a originou. Habitando recortes no Tempo, quatro atores refletem estados e transitam entre experiências sensoriais, sem uma narrativa linear, privilegiando as sensações provocadas.  A Arte é colocada em questão e nosso próprio ofício entra em foco. O que temos a oferecer? Nossa pulsação. Um corpo-dispositivo que brilha, quando a luz de cada espectador incide sobre ele.

Ficha Técnica: Organização dramatúrgica e Direção Leticia Olivares ElencoAntonioGinco, Juliana Calligaris, Lucas Barbosa, MonalisaVasconcelos

23/11 – Cia dos Inventivos – Bandido é quem anda em bando

Praça da República, às 17h, 60 minutos, Livre

Em uma das muitas praças da cidade, a normalidade é interrompida pelo protesto de um ativista das redes sociais que, com veemência, denuncia uma chacina ocorrida naquele local na noite anterior. Aponta para o fato de que, ironicamente, um palanque fora montado exatamente no local onde ele, o jovem militante, afirma ter acontecido o assassinato de um grupo de sem-tetos que ali pernoitavam. Logo outros passantes se envolvem na discussão, e descobrem que todos eles, de uma maneira ou de outra, possuiam alguma relação com o crime.

Ficha Técnica: Direção Edgar Castro Artistas criadoresAysha Nascimento, Flávio Rodrigues, Luciana Yumi Yara, Marcos Di Ferreira, Rômulo Albuquerque Participação Fernando Melo e Renato Macedo

Vídeo da peça

 

23/11 – Cia Teatro dos VentosO Preço do Feijão

Praça da República, às 18h

A história de o Preço do Feijão começa com três atores tentando encenar uma cena comum, que ocorreria dentro de um supermercado, na qual Gentileza, uma pessoa simples, não consegue comprar um quilo de feijão devido ao preço. De repente, a cena é interrompida e os atores se questionam se aquela história vale a pena ser contada e, por isso, resolvem contar a história da participação dos trabalhadores anarquistas na greve da vidraria Santa Marina. A partir desse momento, as histórias se entrecruzam até o momento final, em que os sonhos e angústias dos antigos trabalhadores grevistas se cruzam com os do Gentileza.

Ficha Técnica: Texto e direção Luiz Carlos ChecchiaElenco Beatriz Nascimento, IohannIori Tiago, Luiz C. Checchia e Paulo Gonçalves.

 

23/11 – Companhia Cena Livre – Luta mulher poética

Espaço Redimunho, às 18h, 60 minutos, 14 anos

O espetáculo resgata belos poemas, canções brasileiras e cenas teatrais para falar das mulheres, não apenas como vítimas de uma violência crescente, mas como seres humanos completos e dispostos a lutar por sua emancipação. Não é um espetáculo contra os homens, mas um espetáculo contra a sociedade patriarcal e opressora que trata a mulher como ser inferior, objeto sexual e produto de consumo.

Ficha Técnica: Criação e direção Cilinha Garcia ElencoGeisa Acioli, Marta Iracema e RozannaLázzaro. Com Companhia Cena Livre.

Cenas da peça

 

23/11 – As Meninas do Conto –I Maratona de Contação de Histórias

Casa da História, às 18h, 180 minutos, Livre

A I Maratona de Contos será um evento de longa duração, possibilitando que o público possa apreciar diferentes estilos e formas de narração de histórias, num evento inédito na cidade de São Paulo. Com a participação do grupo As Meninas do Conto e contadores de histórias convidados. Todos os espaços da Casa da História serão utilizados para as narrações, que acontecerão de forma alternada para troca de público e narradores.

Ficha técnica: Grupo As Meninas do Conto, A Fabulosa Cia e Convidados.

OBS: Para assistir à Maratona tem que fazer inscrição antecipada pelo emailmeninasdoconto@uol.com.br – vagas limitadas (50 pessoas, em média, por roda)

 

23/11 –A Digna Companhia – Quase-Memória

Unesp (Barra Funda) – Teatro Reynuncio Lima, às 20h, 60 minutos, Livre

A Quase-Memória é apresentada em quadros independentes. São quatro personagens que não dialogam entre si, mas que, unidos pela necessidade de sublimar uma situação limite em suas vidas, expõem suas experiências de maneira simbólica, porém clara.

Ficha Técnica: Dramaturgia: Victor Nóvoa Intérpretes-criadoras: Helena Cardoso e Ana Vitória Bella.

 

23/11 – Cia Fragmentos TeatraisSarau Rodriguiano… A vida como ela era

Sacolão das Artes, às 20h, 45 minutos, 14 anos

Propõe a narração, a dramaticidade e a música popular brasileira como universo cênico para dialogar com a estética literária do escritor Nelson Rodrigues em sua obra, inspirada na vida real, “A vida como ela é…”. Contos que expõe o lado tragicômico da vida cotidiana e que incita a uma fácil identificação e consequentemente à reflexão do porquê, fatos e valores do passado, ainda permanecem vivos nos dias atuais.

Ficha Técnica:Direção Coletiva Criação e Concepção Adriane Lopes Atores Adriane Lopes. Moisés Ameno e Ricardo Henrique Músicos Felipe Gutt (clerinete) e Nicolas Salaberry (violão).

Cenas do espetáculo

23/11 – GrupoPesquisAtoresNau do Asfalto

Teatro Studio 184, às 20h, 50 minutos, 16 anos

Dois passageiros navegam no asfalto. Um viaja no delírio desconexo, confuso, hilariante, louco, belo e intrigante, com sua lógica própria. O outro deslizou atracado, durante 18 anos na Ilha Pedroso de Morais, mostrando um discurso forte, firme, político e crítico. Ambos denunciam uma questão humana.

Ficha Técnica: Intérprete-criadora Evinha Sampaio (solo), Orientação Prof. Dr. Armando Sérgio da Silva, CoorientaçãoProfa. Dra. Helena Katz

Cenas da peça

 

23/11 – Cia Antropofágica – Terror e Miséria no Novo Mundo – Parte III: a República

Espaço Pyndorama, às 20h

A Antropofágica faz uma autópsia da República brasileira, abordando aspectos da organização social, passando pelo papel da indústria cultural e as lutas emancipatórias. A peça é a terceira parte da trilogia do projeto Liberdade em Pindorama.
23/11 – Teatro do Incêndio – São Paulo Surrealista 2: A Poesia Feita Espuma

Madame, às 21h, 70 minutos, 18 anos

Um espetáculo regado pelo humor dos absurdos religiosos e pela poesia seca do submundo da capital. Tudo em um universo onírico que retrata uma cidade possível de ser vista a olhos nus, somente pela visão mística e/ou mítica de suas esquinas e cidadãos.

Ficha Técnica: Roteiro e direção geral Marcelo Marcus Fonseca Elenco João Sant’Ana, Wanderley Martins, Marcelo Marcus Fonseca, Sergio Ricardo, Giulia Lancellotti, David Guimarães, Sonia Molfi, Tássia Melo, Camila Araujo, Tais Luna, Lillian Almeida, Yasmine Colucci, Laís Thales, Vinícius Gusman, Barbara de Almeida, Pedro Casali, Diego Freire, Bárbara Santos, Talita Righini, Antonio Motta , André Candal ,Vinicius Pimentel, Cláudia Motta, Beatriz Malagueta, Mayara Stefane, Pricila Lima, Caroline Marques.

23/11 – Grupo Encenação – Taynakan, o que conta historias indígenas

Espaço Redimunho, às 21h, 40 minutos, Livre

O espetáculo reúne oito mitos e lendas que refletem a consciência da ancestral cultura indígena brasileira: “O Dono do Fogo”, “Paraíso Terrestre”, “O Primeiro Homem”, “A Conquista do Dia”, “Cataratas do Iguaçu”, “A Lenda da Vitória Régia”, “A Lenda da Mandioca” e “A Lenda de Taynacan”.

Ficha Técnica: Pesquisa, texto e direção F.E. Kokocht Elenco Alexandra Bragheroli, Elene Tziortzis, Roberta Mestieri, F.E.Kokocht, Annete Moreira, Thyeri Maciel, Wanilson Ferreira e Luzinette Fermino

23/11 – Estação Teatro – Santiago Morto

Condomínio Cultural, às 21h, 75 minutos, 12 anos

Inspirado em “Crônica De Uma Morte Anunciada”, de Gabriel García Márquez, “Santiago Morto” conta a história do assassinato de Santiago Nasar – uma tragédia anunciada e concretizada dentro de um povo frente ao acaso.

Ficha Técnica: Direção Fernanda Bellinati e Wallyson Mota AtoresAbel Xavier, Alexandre Cristovam, Flora Gussonato, Liana Ferraz, Luiza Lio e Paula Zaneti.

Vídeo da peça

23/11 – Cia Epifania – Iris

Espaço Maquinaria, às 21h, 50 minutos, 12 anos

A perda da visão, ou de outro sentido, não é simples. A reconquista da segurança e da autonomia é um processo delicado e necessário para que se dê continuidade às atividades diárias. Pensando nisso, a Cia Epifania trabalha com uma sequência de ações físicas que pesquisa a subtração da visão e a busca pela reconquista da confiança, e a realiza ao som da Sinfonia nº 1 de Gustav Mahler. Trata-se de uma apresentação de teatro-dança, e Café Müller, de Pina Bausch, é um dos espetáculos que inspiraram a Cia. no processo.

Ficha Técnica: Direção geralSamir SigneuElencoAdriano Dlugosz, Amanda Pereira, Luana Costa e Samir Signeu

Vídeo da peça

 

23/11 – Penélope Cia. de Teatro Penélope Vergueiro

Espaço Cia do Feijão, às 21h

O espetáculo Penélope Vergueiro é inspirado num fato presenciado na Rua Vergueiro, em 2005: um carro colide com outro inúmeras vezes e tenta atropelar o motorista quando esse tenta fugir. Num dos carros a esposa, noutro o marido e a amante. A 1h11, quando o sinal estava vermelho.

Vídeo da peça

23/11 – Estúdio da Cena – Odisséia

Galpão do Folias, às 21h, 100 minutos, 16 anos

Uma versão contemporânea da famosa saga de Odisseu, herói que venceu a guerra de Tróia, enfatizando sua perplexidade ao voltar para Ítaca, sua terra natal.

Ficha Técnica: Concepção e direção Marco Antonio Rodrigues Elenco Aline Basili, Camila Caparroz, Gabriel Muglia, Miguel Mendes, Natália Kronig, Pedro Carrasco, Pedro Lopes, Rafael Faustino, Renata Asato e Sarah Oliveira.

 

23/11 – Cia Pessoal do Faroeste – Borboleta Azul

Espaço Pessoal do Faroeste, às 21h, 16 anos, 60 minutos

Uma novela de suspense inspirada num trecho da obra O Estrangeiro de A. Camus e ambientada num Brasil rural que será tragado por uma represa, buscando paralelos com temas atuais, como Belo Monte.

Ficha técnica: Direção Geral e Dramaturgia Paulo Faria Elenco Beto Magnani, Juliana Fagundes e Thais Aguiar

Teaser da peça

23/11 – Cia Balagan – Prometheus

SP Escola de Teatro, às 21h30, 75 minutos, 14anos

Em Prometheus – a tragédia do fogo as vozes dos atores-narradores, das personagens do mito e do coro se sobrepõem e se articulam no relato dos diversos eventos que compõem o mito prometéico – a criação do homem, a separação dos deuses e dos homens, do homem e da natureza, dos irmãos Prometeu/Epimeteu, o roubo do fogo, a condenação do titã ao Cáucaso, entre outros.

Ficha Técnica: Atores Ana ChiesaYokoyama; Antonio Salvador; GiselePetty; Gustavo Xella; Jean Pierre Kaletrianos; Leonardo Antunes; Natacha Dias; Hilda Gil; Martha Travassos; Vera Monteiro e Wellington Campos Encenação Maria Thaís Dramaturgia Leonardo Moreira.

Vídeo da peça

23/11 – Cia da Revista – Kabarett

Miniteatro, às 23h59, 16 anos, 60 minutos

Em uma noite aparentemente normal, em um cabaré na cidade de Berlim dos anos 40, durante a Segunda Guerra, a Mestre de Cerimônias Georgette e suas coristas recebem o público sob a vigilância da Gestapo (polícia secreta do estado nazista). A alegria do lugar disfarça o movimento de resistência. O espectador é estimulado a participar, através do diálogo estabelecido com os atores. A protagonista é a travesti e Mestre de Cerimônias, Georgette. Os demais personagens transitam em torno dela e conduzem a fábula.

Ficha Técnica: Direção, dramaturgia, cenografia, figurinos e iluminação Kleber Montanheiro Elenco Adriano Merlini, Bruna Longo, Daniela Flor, Gabriela Segato , Heloisa Maria, Kleber Montanheiro, Luiza Torres, Natália Quadros, Paulo Vasconcelos e Pedro Bacellar.

Vídeo da peça

Canal Aberto Assessoria de Imprensa
11 3798 9510 / 11 2914 0770 / 11 9 9126 0425
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: